logotipo
Liturgia Catequese Movimentos Historial Cartorio Cantinho Links Úteis Destaque
Agenda
Atividades
Folha Dominical
Jornal
Noticias
Recursos

Notícias Igreja Portuguesa











Notícias Igreja Internacional

Agencia Eclesia



SÃO MIGUEL DE OLIVEIRA DE AZEMÉIS

 

FOLHA DOMINICAL

9º Domingo Comum

Ano A
6 de MARÇO 2011
N.º 805

  Para que serve a fé sem obras?

   Na vida dos cristãos não basta somente a fé. São necessárias as obras. Nós vivemos num mundo sedutor. Importa correr, ultrapassar os outros, ir na vanguarda, mostrar os gestos dessa nossa corrida. Conquistar sucessos. Para acompanhar esta corrida alguma religiosidade. Mas aqui está a lição de hoje: as duas linhas devem andar entrelaçadas. Se assim não for, o edifício da vida cristã fica sem alicerce e tomba. Será a desilusão do projecto cristão.

O seu browser pode não suportar a apresentação desta imagem.

  • A regra é antiga, do princípio da Bíblia: foi dada por Deus a Lei e a exigência de ela ser gravada no íntimo do coração. Sem amor, não há frutos (1.ª Leit.)
  • A graça que há-de fazer frutificar a nossa vida veio – diz S. Paulo – por meio de Jesus Cristo e não através da Lei (2.ª Leit.)
  • Que bela comparação, a da casa construída sobre a rocha ou sobre a terra sem alicerce: sustém-se ou cai, conforme o alicerce (Evang.º)
  • Diante das dificuldades no caminho, uma saída: confiar no Senhor (Salmo)

 

I.ª LEITURA                       Deut 11, 18.26-28.32

Leitura do Livro do Deuteronómio

Moisés falou ao povo nestes termos: «As palavras que eu vos digo, gravai-as no vosso coração e na vossa alma, atai-as à mão como um sinal e sejam como um frontal entre os vossos olhos. Ponho hoje diante de vós a bênção e a maldição: a bênção, se obedecerdes aos mandamentos do Senhor vosso Deus, que hoje vos prescrevo; a maldição, se não obedecerdes aos mandamentos do Senhor vosso Deus, afastando-vos do caminho que hoje vos indico, para seguirdes outros deuses que não conhecestes. Portanto, procurai por em prática todos os preceitos e normas que hoje vos proponho».

Palavra do Senhor.

SALMO RESPONSORIAL        Salmo 30 (31), 2-3a.3bc-4.17.25 (R. 3b)

Refrão: Sede o meu refúgio, Senhor.

Em Vós, Senhor, me refugio, jamais serei confundido,

pela vossa justiça, salvai-me.

Inclinai para mim os vossos ouvidos,

apressai-Vos em me libertar.

Fazei brilhar sobre mim a vossa face,

salvai-me pela vossa bondade.

Tende coragem e animai-vos,

vós todos que esperais no Senhor.

    Sede a rocha do meu refúgio

    e a fortaleza da minha salvação;

    porque Vós sois a minha força e o meu refúgio,

    por amor do vosso nome, guiai-me e conduzi-me

LEITURA II                        Rom 3, 21-25a.28

Leitura da Epístola do apóstolo São Paulo aos Romanos

Irmãos: Independentemente da Lei de Moisés, manifestou-se agora a justiça de Deus, de que dão testemunho a Lei e os Profetas; porque a justiça de Deus vem pela fé  em Jesus Cristo, para todos e sobre todos os crentes. De facto não há distinção alguma, porque todos pecaram e estão privados da glória de Deus; e todos são justificados de maneira gratuita pela sua graça, em virtude da redenção realizada em Cristo Jesus, que Deus apresentou como vítima de propiciação, mediante a fé, pelo seu sangue, para manifestar a sua justiça. Na verdade, estamos convencidos de que o homem é justificado pela fé, sem as obras da Lei.

Palavra do Senhor.

EVANGELHO                         Mt 7, 21-27

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Nem todo aquele que Me diz 'Senhor, Senhor' entrará no reino dos Céus, mas só aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos Céus. Muitos Me dirão no dia do Juízo: 'Senhor, não foi em teu nome que expulsámos demónios e em teu nome que fizemos tantos milagres? Então lhes direi bem alto: 'Nunca vos conheci. Apartai-vos de Mim, vós que praticais a iniquidade'. Todo aquele que ouve as minhas palavras e as põe em prática é como o homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha. Caiu a chuva, vieram as torrentes e sopraram os ventos contra aquela casa; mas ela não caiu, porque estava fundada sobre a rocha. Mas todo aquele que ouve as minhas palavras e não as põe em prática é como o homem insensato que edificou a sua casa sobre a areia. Caiu a chuva, vieram as torrentes e sopraram os ventos contra aquela casa; ela desmoronou-se e foi grande a sua ruína».

Palavra da salvação

 


Renúncias Quaresmais – A Quaresma é um tempo penitencial de preparação para a Páscoa: “Como se manifesta a penitência na vida cristã? - A penitência manifesta-se de muitas maneiras, em especial pelo jejum, a oração e a esmola. Estas e muitas outras formas de penitência podem ser praticadas na vida quotidiana do cristão, especialmente no tempo da Quaresma e no dia penitencial de Sexta-feira”.(Catecismo da Igreja Católica -301)

   Era uma tradição jejuar mais dias na Quaresma -  Mas surgiu outra dimensão de renúncia, de sacrifício. Está no gesto da preparação e oferta do Contributo Penitencial. Uma esmola que deve ser fruto de renúncias... Fazemos a recolha deste Contributo no último domingo da Quaresma, o de Ramos.

 


Campanha da Quaresma As nossas Catequese preparam uma Campanha Quaresmal. Deixaremos aqui algumas sugestões oportunamente.

 


Quaresma – Confissões para a Reconciliação - Quaresma é tempo de conversão. Os arrependidos confessam os seus pecados. Como sabem, a nossa semana de confissões para a Reconciliação – pela tradição era na Semana da Novena da S.ª das Dores coincidente com a Festa de S. José. Está aí a chegar! É preciso começar o exame de consciência. Fixem o horário: 16 (21h) e 17 (16,30h) de Março.


Quaresma – Seguindo a tradição temos a via-sacra na igreja todos os domingo da Quaresma, às 17,50h.

O 1.º Domingo é pleno: tem as tradicionais Horas de Adoração.

Copiamos a lista tradicional dos habituais grupos orientadores da Via-Sacra.

Esperamos que todos colaborem incutindo o melhor espírito de participação, em recolhimento e oração.

Lausperene (13 de Março) Via Sacra
Hora Orientação Domingo Data Orientadores:
13 Apostolado da Oração 1.º 13  - Março Cursilhistas
14 Mensagem de Fátima 2.º 20– Março Pró-Cofraria / Arautos
15 Carismáticos 3.º 27- Março Carismáticos
16 Confraria do SS.mo 4.º 3 – Abril Vilar  21h- Mens. Fát.ª
17 Cursilhistas / Arautos Ramos 17 – Abril Apostolado Oração
18 Coro Litúrgº / Vicentino e outros 6.ªFeira Santa–15h. 22 - Abril Catequese: 5.º Ano

D. Pio Alves – novo Bispo Auxiliar para a nossa diocese .      Vem de Braga.

Datas: Nascimento: 20/Abr/45, em Lanheses, Viana do Castelo. Ordenação Presbiteral: 15/Ago/68, na Sé de Braga.  Nomeação Episcopal: 18/02/2011 
Ordenação Episcopal: 10/04/2011. Rezamos ao Senhor pela sua futura Missão.


Aos Amigos do Centro Social Paroquial S. Miguel de Oliveira de Azeméis:

Muitos ainda não saberão que podem, na Declaração para o I.R.S. e I.R.C., relativa a 2010, destinar a parcela de 0,5% do seu IRS/ IRC ao «Centro Social Paroquial S. Miguel», de Oliveira de Azeméis, uma instituição de utilidade pública e sem fins lucrativos.

Assim, e sem qualquer custo para si, ajuda quem precisa (as idosas acolhidas no Lar, bem como as crianças do Jardim Infantil, os Vicentinos, e os pobres que todos os dias vêm procurar as refeições diárias para toda a sua família ao nosso «Espaço Solidário».

O Nº de contribuinte do Centro Social Paroquial São Miguel, de Oliveira de Azeméis é 501796 959.

Ao preencher o anexo H da sua declaração de IRS, indique, no quadro 9, a opção “Instituições particulares de solidariedade social ou Pessoas Colectivas de Utilidade Pública” com o Nº de contribuinte acima indicado.

Desta forma, e sem qualquer encargo para si, 0,5% do seu IRS/IRC será destinado, pelo Estado, a favor do referido Centro Social. Se todos assim fizerem, por pouco que seja, e sem qualquer custo, estão a fazer uma grande obra de caridade em favor das famílias mais necessitadas.

Para todos quantos nos ajudarem desta forma, os nossos agradecimentos.

                                                                                                   A Direcção


    AVISOS
    Dia Assunto - Actividade
    6 D.º Celebração Baptismal: 12h.
    7 2.ª  Reunião da Confraria do SS.mo: 21,30h.
    9 4.ª Visita do Pároco aos Lares da Terceira Idade.

    Bênção e Imposição das Cinzas: 21.00h:

    Entrada no Tempo Quaresmal.

    Dia de jejum e abstinência.

    11 6.ª As sextas-feiras da Quaresma são dias de abstinência.
    12 S.º Reunião de Pais do 11.º  Ano: 21,30h..

    Adoração Eucarística: igreja ocupada com as crianças do 4.º Ano:

    Das 9 às 10,30h  e das 15,30h às 16,30h.

    13 D.º 1.º Domingo da Quaresma:

    A tarde das Horas de Adoração: das 13h às 19h: ver o mapa ao lado

Agenda

Dia 18 – Ofertório para os Seminaristas Diocesanos

Dia 18 – Dia Mundial dos Pobres



Dia 16  - Reunião da Equipa de organizaç&ati

Dia 16 -  Reunião da Vigararia O. Az / S.J.M. : 9,30h

Dia 12 - Direção Geral da SMBN



Dia 11 - Celebração da entrada do pároco, Pe. Jos&eacu

Dia 11 - Início da Semana dos Seminários

Dia 6 - Reunião da direção do Centro Social Paroquial:

Dia 5 - Reunião do CPP: às 21,30h



Dia 28 – Celebração Festiva da Entrada do novo Pároco José Manuel

Dia 28 - Festa do Acolhimento do 1.º Ano: 10,30h.

[ ver tudo ]
contactar instituição | webmaster
powered by trampolim.pt