Liturgia Catequese Movimentos Historial Cartorio Cantinho Links Úteis Destaque
DOENTES RECEBERAM A SANTA UNÇÃO
DOENTES RECEBERAM A SANTA UNÇÃO

DOENTES RECEBERAM A SANTA UNÇÃO

DOENTES RECEBERAM A SANTA UNÇÃO

2012-04-22

Foram muitos os doentes que, no passado dia 22, se juntaram na igreja matriz de Oliveira de Azeméis para comemorar o Dia Paroquial do Doente e receber o sacramento da Santa Unção.

O nosso pároco, padre Albino, apelou em homília à fé que todos nós devemos ter
para conseguirmos superar as maiores adversidades da vida. "Só se chega aqui quando a fé nasce no coração. Devemos ser como os apóstolos que se preparam para tudo e anunciaram-no no Mundo inteiro... Quem se amarrar a ele não tem medo de nada, vencem-se as dificuldades todas", garantiu. Falou, ainda, abertamente da morte: "Todos nós temos a certeza que vamos morrer, o que importa é que quando saiamos deste Mundo mantenhamos a certeza da fé e digamos 'Senhor eu creio, eu mantenho a minha fé. E sei que depois da morte também hei-de ressuscitar como tu ressuscitaste.' Um cristão não tem medo da morte porque sabe que o Senhor está com ele, sabe que há-de ressuscitar."

Foi esta certeza de uma fé poderosa e divina que os doentes e suas famílias levaram
para casa depois da celebração.

Patrícia Silva e Luís Nunes
 
 -------------------------------------------------------------------------------------------------
Para todos os que queiram pedir a Maria o seu apoio e a sua proteção, segue a
oração:

Consagração dos Doentes ao Imaculado Coração de Maria

Virgem Maria, mãe de Deus e nossa Mãe, sabemos que manifestais um amor muito
particular por nós, vossos filhos doentes, porque sois Mãe e porque vedes em cada um de nós a imagem viva de Jesus que sofreu e morreu por nós.

Cheios de confiança, vos entregamos hoje a nossa vida marcada pela dor, pela solidão, pela angústia e pelo temor.

Seguindo o vosso exemplo, Mãe das Dores, queremos unir o nosso sofrimento ao
de Jesus para a salvação do Mundo. Como o vosso, também o nosso coração é
atravessado por muitas espadas de dor ao ver a nossa dependência dos outros, o
abandono a que, por vezes, somos votados, os sofrimentos que continuamente nos
martirizam. 
Libertai-nos, Senhora, dessa tentação terrível que frequentemente nos quer dominar, de nos julgarmos uns inúteis e fardo pesado para os outros. Fazei-nos sentir a consoladora realidade de que temos uma vocação própria: completar no nosso corpo o que falta à Paixão de Cristo.

Respondendo ao vosso apelo em Fátima, oferecemos a nossa cruz pela renovação e
unidade da igreja e pela paz do Mundo. Dai-nos a graça de aceitar sorrindo, ou pelo
menos sem revolta, a cruz de cada dia.

A Vós, ao vosso coração imaculado, consagramos hoje as horas tristes de solidão e
as horas alegres de visitas, a pouca ou muita atenção com que somos tratados, os
momentos de dor e de mais alivio, as boas e más notícias que nos comunicam, tudo
aquilo que constitui a monotonia da nossa doença.

Que tudo seja para santificação da Igreja, para nosso proveito espiritual e de todos os que cuidam de nós.

Ámen. 
A Banda Filarmónica mais antiga de Portugal… é de Oliveira de Azeméis

A Banda Filarmónica mais antiga de Portugal…  é de Oliveira de Azeméis   A Banda Filarmónica mais antiga de Portugal…  é de Oliveira de Azeméis  

2012-04-21

Com quase 300 anos de existência, a Banda Filarmónica de Santiago de Riba-Ul é a mais antiga do país. No passado sábado, 21 de Abril, atuou no Cine-Teatro Caracas em conjunto com vários coros da freguesia. Angariar fundos para suportar as dificuldades económicas que a banda está a atravessar foi o principal objetivo deste espetáculo musical.

 

O cine-Teatro Caracas foi palco de mais uma atuação daquela que é a banda filarmónica mais antiga do país. Fundada em 1722, ofereceu um espetáculo cultural a todos os que assistiram a este concerto de coros. A banda de Santiago de Riba-Ul tocou alguns temas originais, música popular e adaptou peças de Mozart e Verdi.

Quase 350 pessoas contribuíram, ao pagarem o bilhete de entrada com um preço simbólico de 2 euros, para angariar fundos para ajudar na aquisição de uma nova carrinha, já que a anterior lhes foi roubada.  

No concerto participaram, também, o Grupo Coral e Cénico de La-Salette, o Coro Litúrgico e o Grupo dos Pequenos Cantores de Oliveira de Azeméis. Uma mostra do talento musical que existe na cidade.

A noite não acabou sem o apelo ao trabalho que a banda de Santiago de Riba-Ul tem desenvolvido e ao seu atual ascendente, tanto a escola como o número de elementos têm vindo a crescer. Deixaram, ainda, a nota da necessidade de um novo e maior espaço para conseguirem trabalhar com condições adequadas. 

Luís Nunes

MADAÍL RECEBE O DIA DIOCESANO DA JUVENTUDE

MADAÍL RECEBE O DIA DIOCESANO DA JUVENTUDE  MADAÍL RECEBE O DIA DIOCESANO DA JUVENTUDE 
MADAÍL RECEBE O DIA DIOCESANO DA JUVENTUDE 

2012-04-15

No dia 15 de abril, alguns jovens do 12º ano da paróquia de Oliveira de Azeméis, a convite do grupo de Pastoral Juvenil, participaram no Encontro de Jovens da Vigararia, em Madaíl, em comemoração do dia Mundial da Juventude.
Foi um dia bastante produtivo e muito bem passado recheado de atividades relacionadas com a fé em que pudemos exprimi-la com mais jovens num ambiente muito divertido e descontraído.

De manhã, por volta das 9 horas fomos recebidos em frente à igreja de Madaíl pela equipa organizadora. Nesse espaço foi promovido um convívio entre todos os participantes, cantando e dançando músicas cristãs. Todos participaram com um sorriso e foi, por isso, um começo excelente para o dia.

Depois disto, fomos divididos em grupos para participarmos no peddy paper.
De notar que os grupos eram constituídos por elementos de paróquias diferentes o que nos permitiu conhecer novas pessoas. Toda a manhã foi ocupada por esta atividade. Foi muito divertido pois tínhamos de andar a procurar diversos sítios por Madaíl, à medida que íamos tirando fotografias, enfrentando desafios, respondendo a perguntas sobre a Bíblia.... Foi uma manhã que passou a voar. Como todas as coisas boas acabam depressa. No final desta atividade estávamos todos cansados de ter andado tanto! Antes do almoço houve ainda um momento á beira do rio para realizarmos a oração matinal em sintonia com a natureza. Almoçámos por volta das 13 horas.

De tarde estiveram presentes o Bispo D. João Labrador e vários párocos da zona de Oliveira de Azeméis. No salão paroquial deu-se a apresentação dos trabalhos de cada grupo sobre os três jovens beatos. À nossa paróquia coube explicar um pouco da infância da Beata Chiara Luce Badano. Apresentámos um puzzle com várias imagens relativas a acontecimentos da infância dela à medida que era lido um texto que contava essas mesmas histórias. É de salientar que todos os trabalhos estavam muito bem conseguidos e ficamos muito sensibilizados e tocados pela vida destes Beatos. Após a apresentação dos trabalhos o Sr. Bispo discursou aos jovens ali presentes. Por volta das 5 horas reunimo-nos todos na igreja de Madaíl para celebrar a missa. O dia ficou concluído com a hora do lanche, em que a equipa organizadora nos presenteou com um Caldo verde.

Foi um dia muito bem passado, na companhia de pessoas amáveis e preocupadas com o nosso bem estar. A equipa organizadora está de parabéns pelo belíssimo trabalho que teve no planeamento do dia. Aprendemos muito com os testemunhos dos três beatos.
 
Saímos de Madaíl cansados, mas muito felizes. Sabemos que o cansaço valeu a pena porque naquele dia todos nós fizemos a diferença. É uma experiência a repetir... Foi um Dia Diocesano da Juventude inesquecível!

Natália Barbosa e Patrícia Lima










0000-00-00

< 1 2 3 4 5 6 7
contactar instituição | webmaster
powered by trampolim.pt